segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

rOSES

rOSES

hoje não abri a pasta rosa, hoje não tem cartas, não tem poemas
apenas a poesia rude da crueldade, do estranhamento
a poesia espinhenta e voraz das diferenças
não tenho tatuagens a marcar o corpo
mas cicatrizes
riscos e rugas

encontre uma poesia de rua e leia ao som de dEUS

3 comentários:

On The Rocks disse...

graça,

preciso conhecer melhor o deus.

linkei seu blog lá no on the rocks.

bj

barti disse...

nossa dEUS! old times na kitinete hein? vamo escutar morphine tb?como eh o nome do cd q vc tem?

bjin

barti

anjobaldio disse...

Muito massa mesmo, difu...