terça-feira, 19 de maio de 2009

Minha alma cheira a curry


A pauta não era essa. A poesia dormida (ou amanhecida feito um pão murcho do dia anterior) tomou o lugar do frescor do café recém coado, do fato acontecido agora.
Duas semanas intensas em emoções e visões a serem compartilhadas ficaram aprisionadas nas imagens, poucas imagens...mas o cheiro deixou sua marca na memória tão fortemente que, em resposta à perguntada sobre como teria sido, se seria uma versão de Zé à milanesa,
respondi: Graça ao curry.

Falar em curry estando em Londres, logo se pensa em East End, Bengladesh londrina. Além do cheiro de curry esse lado da cidade também cheira a arte. Que tal a Whitechapel Art Gallery? Vejam imagens da exhibition de Isa Genzken: Open, Sesame! que tive oportunidade de visitar. http://www.whitechapelgallery.org/exhibitions/isa-genzken-open-sesame-


Fundada em 1901, a Whitechapel Art Gallery é aclamada internacionalmente por suas exposições de artes moderna e contemporânea e por seu pioneirismo em programas de educação e eventos abertos ao público. Fizeram premieres nessa galeria artistas internacionais como Pablo Picasso, Frida Kahlo, Jackson Pollock, Mark Rothko e Nan Goldin. Lá também expuseram artistas os mais significativos da Grã-Bretanha, de Gilbert& George a Lucian Freud, Peter Doig a Mark Wallinger.

Ao lado dessa incrível galeria, existe um beco onde está localizado um centro de estudos anarquistas. Estava fechado quando passei. Por isso apenas fotografei o painel que fica no início do beco, no qual estão retratados grandes pensadores do anarquismo: Emma Goldman, Proudhon, Malatesta, Tolstoi e tantos outros.

Acho que vou voltar às origens... Viva Bakunin!

Um comentário:

anjobaldio disse...

Gostaria de ver mesmo.