terça-feira, 15 de setembro de 2009

Ruínas de fé


"Arqueja triste nos braços frios da noite.
Ainda quando os anjos e demônios
a espiam por frestas ocultíssimas,
ouço o farfalhar demente das tuas asas.
Ergue-se o vôo sem razão."

Rocque Moraes


Artista visual e poeta bissexto, Rocque ama rock.
Eu amo rock e Rocque, embora ele não mereça.

6 comentários:

Zinaldo Velame disse...

Bela homenagem ao querido Roque! Abraço!

On The Rocks disse...

saudoso roque moraes!

por onde andará o cara?

bj

Anônimo disse...

Será que o mesmo disco voador que levou Belchior deu sumiço em Roque Moraes??????????Ou será que se perdeu em algun buteco lá em Feira de Santana??????????
Giordano Diniz

Jo (do Recife) disse...

Oxe, eu tb amo Rocque... Só pra dar ibope no 11 de setembro...
Beso pra sra. Adorei o poema do gato do outro post.
Qdo vens aqui?

Rocque disse...

kkkkkkk cambada de bestha ! oxente buenas...pq saudoso ? eu to aki no sertão porra ! bjão a todos !

Anônimo disse...

Rocque, manda notícias , meu email é dinizsilk@hotmail.com
Giordano Diniz